Páginas

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

PAPEL HIGIÊNICO PODE SER JOGADO NO VASO SANITÁRIO?

Muitas pessoas me perguntam sobre como descartar papel higiênico usado.Existe ainda uma prática de armazenar esse resíduo em cestinhos de lixo no banheiro, o que é lamentável. Uma série de insetos, principalmente formigas, costumam "passear" por esses cestos e "capturam" todo tipo de bactéria em suas pernas e exoesqueleto. Para um maior esclarecimento às pessoas enviei um email à SABESP e transcrevo aqui o seu conteúdo para esse esclarecimento.

Lembrando que me refiro somente a papel higiênico descartado e não a absorventes ou a qualquer outro tipo de resíduo que podem realmente causar entupimentos na rede ou na propria estação de tratamento de esgotos.


-----Mensagem original-----De: ouvidoria@sabesp.com.br [mailto:ouvidoria@sabesp.com.br] Enviada em: quarta-feira, 13 de fevereiro de 2008 19:49Para: Lucia SchullerAssunto: Re: Agência Virtual - Ouvidoria

Prezada Sra. Lucia Schller,


Encaminhamos a sua manifestação para atendimento do Departamento de Controle da Qualidade dos Produtos Água e esgotos – área da Sabesp responsável pela informação – que nos enviou os seguintes esclarecimentos:

- O papel higiênico não causa nenhum problema ao sistema de esgotos e é inclusive sanitariamente recomendável que o mesmo tenha esse destino, pois é a forma mais rápida de eliminar esse resíduo. Esclarecemos que o papel higiênico se dissolve na água, não causando entupimento na rede e, uma vez na estação de tratamento de esgotos, será tratado como matéria orgânica . O cliente deve somente verificar se a descarga do vaso sanitário é capaz de arrastar o papel higiêncio, de forma a não haver entupimento do mesmo. - Outra consideração a se fazer é que é preservativos não devem ser lançados no sistema de esgotos, pois causam entupimento de grades das estações de tratamento. Além disso, o plástico não é passível de ser degradado biologicamente nas estações, o mesmo valendo para os absorventes.

Atenciosamente Ouvidoria Sabesp 0800-0550565

2 comentários:

Heitor Carvalho disse...

Boa noite,

Acabei entrando no seu blog por outro motivo que me desperta muito interesse (pragas urbanas), porém como estou cursando Eng. Ambiental e Sanitária, este post realmente me despertou a curiosidade em saber o destino correto para o papel higiênico, acontece que infelizmente nem todas as cidades contam com sistemas eficientes de tratamento de esgotos, e o resíduo acaba indo diretamente para os rios e córregos, será mesmo á melhor opção, o descarte diretamente no vazo sanitário ou essa unidade da SABESP remeteu este email referindo ah uma determinada região? Desde já grato.

Som Automotivo disse...

Eu acho curioso afirmar que onde não há rede de tratamento de esgoto não se deve jogar o papel no vaso, principalmente pela justificativa de que, nesse caso, os resíduos de fezes iriam diretamente para os rios. Ora, as fezes já vão pra lá em grande quantidade, e em muito menos quantidade no papel. Agora, seria o papel um vilão para os rios? Será mesmo? Bom, se me provarem que o papel realmente provoca algum mal aos rios, então eu começaria a entender tal posicionamento, mas eu duvido muito, já que é um produto que se degrada muito facilmente.