Páginas

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

ABC Expurgo - BIONEWS - RATOS NAS CÂMARAS FRIAS EM ARACAJU

ABC Expurgo - BIONEWS - RATOS NAS CÂMARAS FRIAS EM ARACAJU

ABC Expurgo - Dengue - CRESCEM OS CASOS DE DENGUE GRAVE

ABC Expurgo - Dengue - CRESCEM OS CASOS DE DENGUE GRAVE

segunda-feira, 15 de outubro de 2012

POMBOS - USO DE PREDADORES FALSOS

Controlar pombos não é tão fácil como se imagina. O Brasil não permite a matança e essa é uma medida sábia, pois pombos são animais que estão por aí, na natureza urbana. Eliminam-se alguns, o espaço fica disponível e logo um novo bando aparece. A eliminação, além de ser contra a lei, não é a melhor maneira de manter os pombos. A melhor delas é criar barreiras, ou projetar edificações que sigam determinados critérios não favoráveis à nidificação de pombos, essa é a melhor opção e a mais sensata. Ocorre que em muitas ocasiões não há possi bilidade de se criar barreiras tão eficazes e algumas outras alternativas podem ser úteis. Uma delas é o uso de balões infláveis que imitam um potencial agressor.Ele é fbricado e comercialiado com diversos nomes: Terror Eyes, e um deles. Há muitos outros nomes diferentes que comercializam balões bem semelhantes. A NASA chegou a utilizar esses balões como recurso para espantar aves de sua base de lançamento de foguetes. O filme abaixo coletado na internet mostra a instalação desse recurso. Esses recursos são chamados de barreiras visuais para aves. No caso do filme foi instalado em conjunto um aparelho que emite um som bem alto e estridente que incomoda as aves.

quinta-feira, 11 de outubro de 2012

LUCIA SCHULLER: CONSUMIDORES RECLAMAM MAIS DO QUE SE IMAGINA DE OR...

LUCIA SCHULLER: CONSUMIDORES RECLAMAM MAIS DO QUE SE IMAGINA DE OR...: É comum acompanharmos pela internet a quantidade de reclamações de consumidores referentes ao aparecimento de organismos estranhos dentro de...

CONSUMIDORES RECLAMAM MAIS DO QUE SE IMAGINA DE ORGANISMOS DENTRO DE ALIMENTOS

É comum acompanharmos pela internet a quantidade de reclamações de consumidores referentes ao aparecimento de organismos estranhos dentro de alimentos, desde formigas até ratos. Vou passar a publicar nesse blog as reclamações captadas para que aqueles que nos lêem se previnam e fiquem atentos. Aí vai a primeira, do internauta Ruan Macedo que publicou no facebook um saco de arroz com um rato morto dentro. Veja foto, é de apavorar.

sábado, 6 de outubro de 2012

PRAGAS URBANAS - SAIBA COMO LIVRAR-SE DOS RATOS

sexta-feira, 5 de outubro de 2012

SENTRICON, O QUE É E COMO FUNCIONA - SAIBA MAIS SOBRE ESSE MÉTODO CERTEIRO DE CONTROLE DE CUPINS SUBTERRANEOS

PRAGAS URBANAS - ABC EXPURGO - CONTROLE INTEGRADO: ALUNO DA REDE PÚBLICA ESTADUAL DO PARÁ VENCE O 16º...

PRAGAS URBANAS - ABC EXPURGO - CONTROLE INTEGRADO: ALUNO DA REDE PÚBLICA ESTADUAL DO PARÁ VENCE O 16º...: O aluno Rafael Carmo da Costa, do 3º ano do Ensino Médio da Escola Estadual Bem Vinda de Araújo Pontes, localizada na Cidade de Abaetetub...

PRAGAS URBANAS - ABC EXPURGO - CONTROLE INTEGRADO: PARAGUAI: DENGUE DEIXA PAÍS EM ALERTA

PRAGAS URBANAS - ABC EXPURGO - CONTROLE INTEGRADO: PARAGUAI: DENGUE DEIXA PAÍS EM ALERTA: Paraguai: dengue deixa país em alerta   O Ministério da Saúde suspeita de pelo menos 29 mil casos da doença no país       A ...

PRAGAS URBANAS - ABC EXPURGO - CONTROLE INTEGRADO: VIRUS DA DENGUE - PARCERIA TRAZ AO BRASIL INICIATI...

PRAGAS URBANAS - ABC EXPURGO - CONTROLE INTEGRADO: VIRUS DA DENGUE - PARCERIA TRAZ AO BRASIL INICIATI...: Parceria traz para o Brasil iniciativa pioneira de pesquisa em dengue A Fiocruz traz ao país uma nova estratégia de pesquisa para o ...

quinta-feira, 20 de setembro de 2012

PRAGAS URBANAS - ABC EXPURGO - CONTROLE INTEGRADO: CUPINS URBANOS PARTE 2

PRAGAS URBANAS - ABC EXPURGO - CONTROLE INTEGRADO: CUPINS URBANOS PARTE 2

PRAGAS URBANAS - ABC EXPURGO - CONTROLE INTEGRADO: ESCORPIÕES SÃO UMA PRAGA IMPORTANTE NO VERÃO

PRAGAS URBANAS - ABC EXPURGO - CONTROLE INTEGRADO: ESCORPIÕES SÃO UMA PRAGA IMPORTANTE NO VERÃO

PRAGAS URBANAS - ABC EXPURGO - CONTROLE INTEGRADO: POMBOS URBANOS CONTROLE ABC EXPURGO: GEL REPELENTE...

PRAGAS URBANAS - ABC EXPURGO - CONTROLE INTEGRADO: POMBOS URBANOS CONTROLE ABC EXPURGO: GEL REPELENTE...: POMBOS URBANOS CONTROLE ABC EXPURGO: GEL REPELENTE PARA MORCEGOS NÃO É EFICAZ E CAUSA S... : (leia nossos comentários ao final da matéria) ...

PRAGAS URBANAS - ABC EXPURGO - CONTROLE INTEGRADO: INSETOS INVADEM HOSPITAL NO ESPIRITO SANTO

PRAGAS URBANAS - ABC EXPURGO - CONTROLE INTEGRADO: INSETOS INVADEM HOSPITAL NO ESPIRITO SANTO: Após o neurocirurgião Paulo Roberto Paiva denunciar moscas dentro de uma sala de cirurgia do Hospital São Lucas , uma leitora do   G1, que ...

PRAGAS URBANAS - ABC EXPURGO - CONTROLE INTEGRADO: FALANDO SOBRE CUPINS

PRAGAS URBANAS - ABC EXPURGO - CONTROLE INTEGRADO: FALANDO SOBRE CUPINS

PRAGAS URBANAS - ABC EXPURGO - CONTROLE INTEGRADO: Pragas urbanas - Formigas, baratas, pombos e cupin...

PRAGAS URBANAS - ABC EXPURGO - CONTROLE INTEGRADO: Pragas urbanas - Formigas, baratas, pombos e cupin...: Pragas urbanas - Formigas, baratas, pombos e cupins podem provocar várias doenças. Dê um fim a estes invasores

PRAGAS URBANAS - ABC EXPURGO - CONTROLE INTEGRADO: CUPINS URBANOS PARTE 2

PRAGAS URBANAS - ABC EXPURGO - CONTROLE INTEGRADO: CUPINS URBANOS PARTE 2

PRAGAS URBANAS - ABC EXPURGO - CONTROLE INTEGRADO: BARATAS EM ÔNIBUS DEIXAM PASSAGEIROS EM APUROS

PRAGAS URBANAS - ABC EXPURGO - CONTROLE INTEGRADO: BARATAS EM ÔNIBUS DEIXAM PASSAGEIROS EM APUROS

PRAGAS URBANAS - ABC EXPURGO - CONTROLE INTEGRADO: Família de jovem que teria morrido por dengue hemo...

PRAGAS URBANAS - ABC EXPURGO - CONTROLE INTEGRADO: Família de jovem que teria morrido por dengue hemo...: Exames feitos pelo Lacen descartaram a possibilidade de ter sido a dengue o que levou a universitária a morte fonte: Entrevista foi f...

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

video cip parte 1

terça-feira, 4 de setembro de 2012

ABC Expurgo - BIONEWS - SAIBA UM POUCO SÔBRE OS ROEDORES VETORES DA HANTAVIROSE E A FORMA DE TRANSMISSÃO DESSA DOENÇA

ABC Expurgo - BIONEWS - SAIBA UM POUCO SÔBRE OS ROEDORES VETORES DA HANTAVIROSE E A FORMA DE TRANSMISSÃO DESSA DOENÇA

segunda-feira, 27 de agosto de 2012

ABC Expurgo - Dengue - DENGUE VOLTA A ASSUSTAR EM ARAÇATUBA (SP)

ABC Expurgo - Dengue - DENGUE VOLTA A ASSUSTAR EM ARAÇATUBA (SP)

sexta-feira, 24 de agosto de 2012

ABC Expurgo - PUBLICAÇÕES - MANUAL DE CONTROLE DE PRAGAS URBANAS

ABC Expurgo - PUBLICAÇÕES - MANUAL DE CONTROLE DE PRAGAS URBANAS

terça-feira, 14 de agosto de 2012

Maus hábitos atraem pragas urbanas - Jornal O Hoje

Maus hábitos atraem pragas urbanas - Jornal O Hoje

ABC Expurgo - BIONEWS - BARATAS CONVERSAM SOBRE COMIDA!!!!

ABC Expurgo - BIONEWS - BARATAS CONVERSAM SOBRE COMIDA!!!!

quinta-feira, 2 de agosto de 2012

ABC Expurgo - Dengue - CIENTISTAS DA USP CONSEGUEM IMPEDIR A REPRODUÇÃO DO AEDES

ABC Expurgo - Dengue - CIENTISTAS DA USP CONSEGUEM IMPEDIR A REPRODUÇÃO DO AEDES

segunda-feira, 30 de julho de 2012

ABC Expurgo - BIONEWS - CIDADE NA UCRANIA DECIDE EMBRIAGAR POMBOS COMO MEDIDA DE CONTROLE

ABC Expurgo - BIONEWS - CIDADE NA UCRANIA DECIDE EMBRIAGAR POMBOS COMO MEDIDA DE CONTROLE

quinta-feira, 26 de julho de 2012

ABC Expurgo - NA MÍDIA - POMBOS URBANOS NA TV SEG

ABC Expurgo - NA MÍDIA - POMBOS URBANOS NA TV SEG

quarta-feira, 25 de julho de 2012

Pragas urbanas - Formigas, baratas, pombos e cupins podem provocar várias doenças. Dê um fim a estes invasores

Pragas urbanas - Formigas, baratas, pombos e cupins podem provocar várias doenças. Dê um fim a estes invasores

segunda-feira, 16 de julho de 2012

ABC Expurgo - BIONEWS - JOVEM COM 6 DIAGNÓSTICOS ERRADOS MORRE DE LEPTOSPIROSE

ABC Expurgo - BIONEWS - JOVEM COM 6 DIAGNÓSTICOS ERRADOS MORRE DE LEPTOSPIROSE

ABC Expurgo - Dengue - A CIDADE DE SANTOS REGISTROU 382 CASOS DE DENGUE EM 2012

ABC Expurgo - Dengue - A CIDADE DE SANTOS REGISTROU 382 CASOS DE DENGUE EM 2012

ABC Expurgo - BIONEWS - ALIMENTAÇÃO DE POMBOS E CAUSA DE SUPEROPULAÇÃO

ABC Expurgo - BIONEWS - ALIMENTAÇÃO DE POMBOS E CAUSA DE SUPEROPULAÇÃO

ABC Expurgo - BIONEWS - POMBOS INFESTAM GINÁSIO EM CANDANGOLANDIA

ABC Expurgo - BIONEWS - POMBOS INFESTAM GINÁSIO EM CANDANGOLANDIA

quinta-feira, 12 de julho de 2012

ABC Expurgo - BIONEWS - Pombos causam mais de 50 tipos de doenças e infestação é causada pela própria população

ABC Expurgo - BIONEWS - Pombos causam mais de 50 tipos de doenças e infestação é causada pela própria população

ABC Expurgo - Dengue - INVERNO TAMBÉM É MOMENTO DE PREVENÇÃO À DENGUE

ABC Expurgo - Dengue - INVERNO TAMBÉM É MOMENTO DE PREVENÇÃO À DENGUE

ABC Expurgo - Dengue - CARUARU registra maior índice de notificações de dengue entre cidades do interior

ABC Expurgo - Dengue - CARUARU registra maior índice de notificações de dengue entre cidades do interior

ABC Expurgo - Dengue - SERGIPE JÁ ACUMULA OITO MIL CASOS DE DENGUE EM 2012

ABC Expurgo - Dengue - SERGIPE JÁ ACUMULA OITO MIL CASOS DE DENGUE EM 2012

terça-feira, 3 de julho de 2012

ABC Expurgo - Dengue - NUMERO DE INFECTADOS PELA DENGUE DISPARA NO CEARÁ

ABC Expurgo - Dengue - NUMERO DE INFECTADOS PELA DENGUE DISPARA NO CEARÁ

ABC Expurgo - Dengue - CASOS DE DENGUE AUMENTAM 400% EM MATO GROSSO EM UM ANO

ABC Expurgo - Dengue - CASOS DE DENGUE AUMENTAM 400% EM MATO GROSSO EM UM ANO

ABC Expurgo - BIONEWS - POMBOS INFESTAM BAURU

ABC Expurgo - BIONEWS - POMBOS INFESTAM BAURU

quinta-feira, 21 de junho de 2012

ABC Expurgo - Dengue - CAMPINAS IDENTIFICA DENGUE TIPO 4 EM CIRCULAÇÃO NA CIDADE

ABC Expurgo - Dengue - CAMPINAS IDENTIFICA DENGUE TIPO 4 EM CIRCULAÇÃO NA CIDADE

ABC Expurgo - Dengue - REPELENTES DE MOSQUITOS OFERECEM RISCOS

ABC Expurgo - Dengue - REPELENTES DE MOSQUITOS OFERECEM RISCOS

segunda-feira, 18 de junho de 2012

ABC Expurgo - CONTROLE DE POMBOS - FALANDO SOBRE CONTROLE DE POMBOS NA TV SEG

ABC Expurgo - CONTROLE DE POMBOS - FALANDO SOBRE CONTROLE DE POMBOS NA TV SEG

ABC Expurgo - BIONEWS - CONTROLE DE RATOS URBANOS

ABC Expurgo - BIONEWS - CONTROLE DE RATOS URBANOS

ABC Expurgo - Dengue - SOBEM PARA 11 AS MORTES POR DENGUE NO CEARÁ

ABC Expurgo - Dengue - SOBEM PARA 11 AS MORTES POR DENGUE NO CEARÁ

ABC Expurgo - Dengue - DENGUE CAI 82% NOS PRIMEIROS CINCO MESES DO ANO EM SP

ABC Expurgo - Dengue - DENGUE CAI 82% NOS PRIMEIROS CINCO MESES DO ANO EM SP

ABC Expurgo - Dengue - A PRESENÇA DO DEN V 4 EM SOLO MATO-GROSSENSE TEM PROVOCADO UMA SUBIDA VERTIGINOSA NO NUMERO DE CASOS DE DENGUE

ABC Expurgo - Dengue - A PRESENÇA DO DEN V 4 EM SOLO MATO-GROSSENSE TEM PROVOCADO UMA SUBIDA VERTIGINOSA NO NUMERO DE CASOS DE DENGUE

ABC Expurgo - Dengue - SOBEM PARA 11 AS MORTES POR DENGUE NO CEARÁ

ABC Expurgo - Dengue - SOBEM PARA 11 AS MORTES POR DENGUE NO CEARÁ

segunda-feira, 11 de junho de 2012

ABC Expurgo - Dengue - MAIS DE 2 MIL CASOS DENGUE EM FORTALEZA, CEARÁ

ABC Expurgo - Dengue - MAIS DE 2 MIL CASOS DENGUE EM FORTALEZA, CEARÁ

terça-feira, 5 de junho de 2012

ABC Expurgo - NA MÍDIA - ABC EXPURGO FALA DE PRAGAS URBANAS NO PROGRAMA MULHERES DA TV GAZETA

ABC Expurgo - NA MÍDIA - ABC EXPURGO FALA DE PRAGAS URBANAS NO PROGRAMA MULHERES DA TV GAZETA

ABC Expurgo - Dengue - GAROTO DE 14 ANOS MORRE COM SUSPEITA DE DENGUE HEMORRÁGICA EM S JOSÉ DO RIO PRETO (SP)

ABC Expurgo - Dengue - GAROTO DE 14 ANOS MORRE COM SUSPEITA DE DENGUE HEMORRÁGICA EM S JOSÉ DO RIO PRETO (SP)

terça-feira, 29 de maio de 2012

PROGRAMA DE TROCA DE LIXO POR ALIMENTOS COMPLETA DOIS ANOS DE SUCESSO EM CAXIAS DO SUL, RS

Programa de troca lixo por comida completa dois anos de sucesso em Caxias do Sul/RS A cada duas semanas, a mesa da doméstica Alzenira Rodrigues, 59 anos, fica farta de frutas, verduras e legumes. É tanta comida que, rindo à toa, ela compartilha o que tem com os vizinhos da Rua Henrique Fracasso, no bairro Fátima Baixo, na cidade de Caxias do Sul/RS. Sem desembolsar nenhum centavo, dona Alzenira consegue os alimentos juntando materiais recicláveis, como garrafas, latas e caixinhas de leite, para entregar ao programa Troca Solidária. Cada quatro quilos de lixo dão direito a um quilo de produtos agrícolas. “Quem teve essa ideia maravilhosa tem que ser abençoado! Faz seis meses que estou participando. Não vim antes porque não sabia como funcionava. Recolho tudo o que dá na vizinhança e em casa. Não tenho vergonha. Estou feliz porque estamos fazendo bem ao meio ambiente, à nossa saúde e ao nosso bolso”, comemora a doméstica, que agora tem mais dinheiro para comprar carnes. Dona Alzenira faz parte de um grupo de 17 mil famílias beneficiadas com o Troca Solidária em oito bairros de baixa renda. O projeto completou dois anos no dia 20 de junho. A iniciativa, coordenada pela Companhia de Desenvolvimento de Caxias do Sul (Codeca) e pela Fundação de Assistência Social (FAS), já recolheu 500 toneladas de lixo em troca de 125 toneladas de alimentos. “Os produtos são de ótima qualidade, comprados de agricultores cadastrados junto à FAS. Eles vendem os alimentos por preços um pouco mais baixos porque é o excedente da safra”, explica o gerente do Troca Solidária, Deoclécio da Silva. A cada sábado, dois caminhões da Codeca se deslocam a quatro bairros. Assim, as oito regiões beneficiadas são visitadas duas vezes ao mês. Um caminhão é usado para carregar o lixo; o outro, para os alimentos. Tudo o que entra e o que sai é pesado. Na manhã do último sábado, dia 18, dona Alzenira levou 108 quilos de lixo e, por isso, conseguiu 27 quilos entre batata, caqui, cenoura e laranja. “É muita coisa, né! Mas repartindo com a vizinhança e os netos vai sobrar o suficiente. Tem muita gente que não vem aqui trocar, mas me ajuda a recolher o lixo, então eu divido com eles”, comentou, sorridente, enquanto demandava a ajuda do marido, o aposentado Altino de Souza, 70, para carregar a pesada caixa de alimentos até o porta-malas do carro. Todo o material recolhido nos bairros é dividido entre associações de reciclagem. Já os alimentos servem para escoar toda a produção agrícola. No fim, todos ganham: população carente, recicladores e produtores rurais. Devido ao sucesso do projeto, a ideia, explica Deoclécio, é ampliar o projeto para outras comunidades. Mas, para isso, a Codeca precisa comprar mais caminhões. “Não temos como fazer previsões ainda, mas estamos trabalhando para ampliar o Troca Solidária o quanto antes”, diz o gerente. Beneficiados Atualmente, o Troca Solidária funciona nos bairros Kayser, 1º de Maio, Fátima Baixo, Conquista, Villa Lobos, Cânyon, Monte Carmelo e Planalto. Para saber a programação de coleta, basta ligar para a Codeca no (54) 3224.8000. Como funciona: - O programa Troca Solidária opera atualmente em oito bairros com população de baixa renda. A cada duas semanas, aos sábados, dois caminhões da Codeca se deslocam às comunidades para arrecadar lixo e distribuir comida - Os caminhões ficam estacionados em áreas de lazer ou pontos de encontro das comunidades - Quatro quilos de materiais recicláveis valem um quilo de alimento - Os resíduos recolhidos são encaminhados a associações de recicladores. Os hortifrutigranjeiros distribuídos são fornecidos por produtores rurais - O tipo do alimento disponível varia de acordo com a produção de cada mês e seu excedente - Não há limite para trocas por pessoa - Para levar os alimentos para casa, os moradores são orientados a buscá-los com caixas ou sacolas recicláveis Vantagens - Há maior envolvimento da comunidade na reciclagem - O acesso a alimentos é facilitado para pessoas pobres - Os recicladores recebem materiais em melhores condições que as atuais, aumentando suas capacidades produtivas - O aterro sanitário fica menos sobrecarregado - O produtor rural consegue comercializar toda a produção O que pode ser trocado Plástico: embalagem PET, copos de água, isopor, potes, tampas, embalagens de materiais de limpeza, canos e tubos PVC, sacos plásticos Papel: jornais, revistas, caixas de leite Vidro: recipientes em geral, como potes de conservas e garrafas Metais: latinhas de refrigerantes e cerveja, panelas, chapas, pregos O que não pode ser trocado - Móveis - Peças de veículos Fonte: Codeca Quem faz O programa Troca Solidária é gerenciado pela Codeca em parceria com a Secretaria Municipal da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e a FAS. Fonte: Pioneiro

segunda-feira, 28 de maio de 2012

Maceió: Dengue atinge 34 cidades em Alagoas; sete já registram vírus tipo 4 - TUDO NA HORA - O portal de notícias de Alagoas

Maceió: Dengue atinge 34 cidades em Alagoas; sete já registram vírus tipo 4 - TUDO NA HORA - O portal de notícias de Alagoas

HAMELIN, A CIDADE DO FLAUTISTA DA IDADE MÉDIA, ESTÁ CHEIA DE RATOS

Cidade alemã famosa por fábula do flautista está infestada por ratos Os roedores de Hamelin roem cabos elétricos, chegando a desativar uma fonte e desligar semáforos Procura-se um flautista: a fábula vira realidade. A cidade alemã de Hamelin, famosa pela fábula medieval em que um homem, através da música de sua flauta, conseguiu salvar o então pequeno vilarejo de uma praga de ratos, volta a ter fama em razão do mesmo problema, mais de 700 anos depois. A Hamelin contemporânea, que integra o Estado da Baixa Saxônia, tem atualmente 58 mil habitantes. O turismo é uma de suas principais fontes de renda – muito por causa da própria fábula. O Rio Wesser passando por Hamelin, local onde sedeu o fim trágico da fábula do flautista Nesta quinta-feira (24/05), no entanto, o porta-voz do Conselho Municipal, Thomas Wahmes, afirmou que os ratos são os responsáveis por roer os cabos que sustentam os fios elétricos da cidade. A região mais afetada é a da velha fonte próxima à estação ferroviária, desativada há algumas semanas. Os principais culpados por esse crescimento da população de roedores são, na opinião do agente sanitário Günter Loschner, os turistas. Em entrevista ao jornal local Deister und Weser Zeitung, o funcionário público, responsável por caçar os animais, disse que os visitantes jogam pães em torno da fonte para alimentar os pássaros. Pela noite, os roedores aparecem para ficar com as sobras. Em seguida, fogem pelos cabos e mergulham na calhas para comer. “O fator humano desempenha um grande papel”, reclama Loschner, que começa a ser chamado pela cidade como o “flautista de verdade”. A imprensa local ironiza a situação, dizendo que, mesmo se o Flautista voltasse, ele teria muitos problemas para levar os roedores ao rio: o alto nível de poluição sonora, outro problema da cidade, poderia fazer com que os ratos se distraíssem, não ouvindo a melodia e se dispersando. A fábula A história do flautista gira em torno de uma praga de ratos que teria infestado o vilarejo em 1284. Sem conseguir resolver o problema pelos métodos tradicionais, as autoridades locais contrataram um misterioso forasteiro intitulando caçador de ratos, que prometeu resolver o problema. No acordo, foi prometido a ele uma moeda por cabeça de roedor exterminado. Para a surpresa geral, ele passou por toda a cidade tocando uma flauta seguido por uma fila gigantesca de roedores, que o seguiam hipnotizados. Ele os levou ao rio Weser e lá os animais caíram, morrendo afogados. A população recusou-se a pagar pelo trabalho, alegando que ele não apresentou as cabeças dos ratos, e o expulsaram. Como vingança, o flautista voltou a Hamelin semanas depois. Enquanto todos os adultos se encontravam na igreja, ele passou pela cidade hipnotizando todas as crianças, que o seguiram e deixaram a cidade. As versões para o final da história diferem muito. Em uma delas, elas ficam aprisionadas em uma caverna e não conseguem voltar. Em outra, o flautista é devidamente pago e as crianças retornam. Outra, considerada a oficial, é ainda mais trágica: o flautista as leva para o rio, onde morrem afogadas. E, segundo a fábula, desde então, Hamelin é um local onde não se encontram mais ratos nem crianças. Uma das raízes da história é atribuída à um vitral na Igreja de Hamelin, por volta do século XIV, mostrando o flautista levando as crianças, e faria referência a uma tragédia, nunca esclarecida, que teria atingido a cidade cem anos antes. O flautista, nessa referência, simbolizaria a morte.

quarta-feira, 2 de maio de 2012

ABC Expurgo - BIONEWS - FRANCESES SE REVOLTAM CONTRA PRESENÇA DE RATOS EM REDE DE FAST-FOOD

ABC Expurgo - BIONEWS - FRANCESES SE REVOLTAM CONTRA PRESENÇA DE RATOS EM REDE DE FAST-FOOD

segunda-feira, 30 de abril de 2012

ABC Expurgo - BIONEWS - CONSUMIDORA AFIRMA TER ENCONTRADO FORMIGAS EM REFRIGERANTE

ABC Expurgo - BIONEWS - CONSUMIDORA AFIRMA TER ENCONTRADO FORMIGAS EM REFRIGERANTE

sexta-feira, 27 de abril de 2012

agrotóxicos neonicotinóides: A Bayer continua matando abelhas em todo o planeta | Portal EcoDebate

agrotóxicos neonicotinóides: A Bayer continua matando abelhas em todo o planeta | Portal EcoDebate

quinta-feira, 26 de abril de 2012

ABC Expurgo - BIONEWS - VEJA O CICLO DOS MOSQUITOS EM IMAGENS SURPREENDENTES

ABC Expurgo - BIONEWS - VEJA O CICLO DOS MOSQUITOS EM IMAGENS SURPREENDENTES

ABC Expurgo - BIONEWS - Fiscais encontram rato e barata em cozinha de hospital

ABC Expurgo - BIONEWS - Fiscais encontram rato e barata em cozinha de hospital

ABC Expurgo - BIONEWS - UMA VERGONHA NACIONAL CHAMADA DENGUE

ABC Expurgo - BIONEWS - UMA VERGONHA NACIONAL CHAMADA DENGUE

ABC Expurgo - Dengue - RIO DE JANEIRO ENFRENTA EPIDEMIA DE DENGUE

ABC Expurgo - Dengue - RIO DE JANEIRO ENFRENTA EPIDEMIA DE DENGUE

segunda-feira, 9 de abril de 2012

ABC Expurgo - CONTROLE DE POMBOS - CONTROLE DE POMBOS EM PRÉDIOS, ESTRUTURAS, FACHADAS

ABC Expurgo - CONTROLE DE POMBOS - CONTROLE DE POMBOS EM PRÉDIOS, ESTRUTURAS, FACHADAS

quinta-feira, 29 de março de 2012

SHOPPEST cuide você mesmo das pragas de sua casa: Pombos invadem Escola em Cuiabá

SHOPPEST cuide você mesmo das pragas de sua casa: Pombos invadem Escola em Cuiabá: Pombos invadem escolas em Cuiabá Publicado em Quarta, 28 Março 2012 18:02 Foto: Mary Juruna De acordo com o Sindicato dos Traba...

terça-feira, 20 de março de 2012

CORREIO | O QUE A BAHIA QUER SABER: Pombos invadem escola e deixam mais de 600 alunos sem aula no Pau da Lima

CORREIO | O QUE A BAHIA QUER SABER: Pombos invadem escola e deixam mais de 600 alunos sem aula no Pau da Lima

TECNOLOGIA DE COMBATE À DENGUE É APRESENTADA AO GOVERNO DO PARÁ

Agência Pará de Notícias Atualizado em 19/03/2012 às 19:35 Um dispositivo que funciona com energia solar, sem nenhuma substância contaminante, capaz de impedir que as larvas do mosquito Aedes aegypti completem seu desenvolvimento, é uma tecnologia criada para o controle da dengue. O dispositivo foi apresentado na sexta-feira (16), ao secretário de Estado de Saúde Pública, Helio Franco, ao diretor do Departamento de Controle de Endemias, Bernardo Cardoso, e à diretora de Vigilância à Saúde, Rosiana Nobre. A apresentação foi feita pelo pesquisador Bruce Alexander, diretor da Xeroshield, empresa localizada em Roslin, no Reino Unido, que trabalha no ramo de biotecnologia, desenvolvendo produtos com métodos inovadores de controle de pragas e insetos. A nova ferramenta pode ser utilizada em piscinas, barris, tanques e caixas d’água. Segundo Bruce Alexander, a ideia é oferecer alternativas que ajudam a solucionar o problema da dengue, sem uso de inseticidas químicos convencionais. “Atualmente é utilizado inseticida no controle das larvas. Isso contamina a água usada para beber e cozinhar. Os mosquitos expostos a esses produtos químicos estão rapidamente se tornando resistentes. A cédula tem ação que impede que a larva do Aedes aegypti chegue à superfície para respirar”, informou. Durante a reunião foi discutida uma possível parceria com o Estado, para que o projeto possa ser testado no Pará. Segundo Helio Franco, novos métodos para o controle de vetores são sempre bem vindos, pois ampliam as ações já realizadas no Estado. “Qualquer coisa em termos de criatividade serve para evitar a propagação de doenças causadas por vetores. O mais importante é que não tem substância química”, ressaltou. Para Bernardo Cardoso, este é mais um instrumento que poderá ajudar nas ações de combate à doença. “Temos interesse em testar, para saber se atende as nossas necessidades”, concluiu.

sexta-feira, 16 de março de 2012

Pombos invadem recreio de Escola Municipal em Taboão- Notícias -Jornal Na Net

Pombos invadem recreio de Escola Municipal em Taboão- Notícias -Jornal Na Net

quarta-feira, 14 de março de 2012

RATOS SÃO CAPAZES DE TOMAR DECISÕES

Estudo mostra que ratos tomam decisões como humanos Testes mostram que animais processam informações e reconhecem padrões tão bem quanto seres humanos Que os ratos são espertos é um fato conhecido. Mas cientistas americanos afirmaram nesta terça-feira (13) que uma série de testes demonstraram que os roedores podem ser simplesmente tão bons quanto os humanos em julgar informações para tomar a melhor decisão. A descoberta pode ajudar os cientistas a compreender melhor o funcionamento do cérebro a fim de ajudar pessoas com autismo, que têm dificuldade em processar estímulos variados como as outras pessoas conseguem fazer, afirmaram os autores do estudo. Cientistas do Laboratório de Cold Spring Harbor fizeram experimentos em que apresentaram a ratos uma variedade de estímulos sonoros e visuais e analisaram como os animais processaram a informação e reconheceram padrões a fim de obter um prêmio. Comparando os ratos aos humanos submetidos a testes similares, os estudiosos descobriram que os dois grupos tomaram decisões que se alinharam à curva "estatisticamente ótima" ou, em outras palavras, fizeram a melhor escolha possível. "A combinação estatisticamente ótima de estímulos multissensoriais tem sido bem documentada em humanos, mas muitos são céticos quanto à ocorrência deste comportamento em outras espécies", explicou a neurocientista Anne Churchland, que conduziu o estudo, que será publicado na edição desta quarta-feira do periódico Journal of Neuroscience. "Nosso trabalho é a primeira demonstração desta ocorrência em roedores", acrescentou. As descobertas sugerem que o mesmo processo evolutivo pode atuar em ratos e em humanos, permitindo um processo sofisticado de tomada de decisões e podendo oferecer uma plataforma para o estudo de distúrbios do espectro do autismo, destacou o estudo. Pessoas com autismo costumam ser incapazes de decidir em qual estímulo sensorial devem prestar atenção e qual devem ignorar, tornando práticas da rotina diária, como uma ida à mercearia, algo insuportável. "Podemos usar nosso modelo usado em ratos para compreender como o cérebro combina informações multissensoriais e nos colocarmos melhor para desenvolver tratamentos para estes distúrbios nas pessoas", explicou Churchland. Em breve, Churchland e seus colegas planejam aprofundar a pesquisa, estudando a interação entre experiências sensoriais e a memória. "Agora que temos um bom modelo animal no qual podemos investigar estas questões, o mundo - ou o cérebro - é nosso território", afirmou a cientista. FONTE: http://ultimosegundo.ig.com.br

CUIDADO COM A DENGUE

Caros leitores O endereço do blog Magra e Feliz (http://simonetl.blogspot.com/2012/03/todos-unidos-contra-dengue.html) descreve um depoimento importante da responsável pelo blog que perdeu uma criança da sua família em decorrência da dengue. Vale a pena ler e divulgar o mais possivel.

ABC Expurgo - BIONEWS - INSETOS EM RODAPÉS? ISSO EXISTE?

ABC Expurgo - BIONEWS - INSETOS EM RODAPÉS? ISSO EXISTE?

segunda-feira, 12 de março de 2012

ABC Expurgo - BIONEWS - FORMIGAS FOTÓGRAFO RUSSO RETRATA FORMIGAS EM SITUAÇÕES INUSITADAS

ABC Expurgo - BIONEWS - FORMIGAS FOTÓGRAFO RUSSO RETRATA FORMIGAS EM SITUAÇÕES INUSITADAS

ABC Expurgo - BIONEWS - FORMIGAS FOTÓGRAFO RUSSO RETRATA FORMIGAS EM SITUAÇÕES INUSITADAS

ABC Expurgo - BIONEWS - FORMIGAS FOTÓGRAFO RUSSO RETRATA FORMIGAS EM SITUAÇÕES INUSITADAS

sexta-feira, 9 de março de 2012

rato e gato vivem em harmonia!!!

sexta-feira, 2 de março de 2012

MUITAS AVES MORREM EM CAMPO GRANDE. A SUSPEITA É ENVENENAMENTO

É POR ESSA SITUAÇÃO QUE NÃO SE PODE LIBERAR VENENO PARA MATAR POMBOS. MUITO PROVAVELMENTE, PESSOAS SE SENTIRAM INCOMODADAS COM AS AVES E TOMARAM AÇÃO ERRADA, MATANDO NÃO SÓ OS POMBOS MAS OUTRAS AVES CANORAS TAMBÉM. ERRADO TAMBÉM AQUELA SENHORA OFERECER ALIMENTO PARA AS AVES. O CERTO É QUE A NATUREZA SE ENCARREGUE DISSO. A PREFEITURA DA CIDADE E A COMUNIDADE DEVEM PLANTAR ARVORES CUJOS FRUTOS SIRVAM DE ALIMENTO PARA AS AVES E DEIXAR A NATUREZA, QUE É SÁBIA, CUIDAR DESSES ANIMAIS. AS PESSOAS DESTROEM TUDO E DEPOIS QUEREM COMPENSAR DANDO COMIDA PARA AS AVES E ACABAM CRIANDO UM PROBLEMA QUE TRAZ CONSEQUENCIAS COMO ESSA.

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

ABC Expurgo - BIONEWS - Infectologista fala de doenças que podem ser transmitidas pela água de chuva contaminada

ABC Expurgo - BIONEWS - Infectologista fala de doenças que podem ser transmitidas pela água de chuva contaminada

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

NO PARANÁ, O LIXO É 53% DOS CRIADOUROS DO MOSQUITO DA DENGUE. IMAGINE NOS OUTROS ESTADOS A SITUAÇÃO.

Noticia veiculado em jornal no Estado do Paraná. Imagine os outros Estados da Federação!!!!!!!
Lixo responde por 53% dos potenciais criadouros de mosquito de Aedes A falta de gestão de resíduos sólidos nos municípios é apontada pela Secretaria de Estado da Saúde como a principal causa para a existência de criadouros do mosquito Aedes aegypti (transmissor da dengue) no Paraná. Em 2011, dos 12 milhões de depósitos encontrados durante vistorias e que poderiam acumular água e se tornar criadouros do mosquito, 53% foram considerados lixo, como copos descartáveis, garrafas pet, latas, sucatas e outros pequenos objetos. De acordo com levantamento da Sala de Situação da Dengue, outros tipos de depósitos comumente encontrados nas visitas dos agentes de endemias são vasos de plantas, tanques, hortas, calhas, lajes e objetos de obra e pneus que, juntos, correspondem a 37% do total. Além da eliminação manual dos possíveis criadouros, o agente de endemias também realiza um trabalho educativo junto à população para que as residências fiquem livres de focos do mosquito. Segundo o superintendente de Vigilância em Saúde, Sezifredo Paz, a implantação do plano municipal de gerenciamento de resíduos sólidos e a criação de programas de coleta seletiva do lixo são uma solução viável para diminuir o número de focos do Aedes aegypti. “Para isso, é necessário que haja o envolvimento de todos, desde o gestor, com o planejamento, execução e incentivo a essa prática, até a população, com a separação do lixo reciclável nas residências”, afirmou. No feriado do Carnaval, as pessoas que pretendem viajar não podem esquecer de proteger os locais que acumulam água. Para a coordenadora do Programa Estadual de Controle da Dengue, Jaqueline Finau, a população deve fazer uma vistoria em casa e no quintal antes de viajar. “Vedar adequadamente a caixa d´água, limpar as calhas e proteger ralos de banheiro e de pias são medidas que podem evitar problemas maiores após o retorno para casa”, orienta.

Colombia usa técnica de Hero Rats para detectar bombas em seu território

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

CAMPANHA DA DENGUE COM OS PERSONAGENS DE MAURICIO DE SOUSA

CAMPANHA CONTRA DENGUE

RIO PODE TER A PIOR EPIDEMIA DA HISTÓRIA

O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, disse ontem que a cidade do Rio de Janeiro está ameaçada, este ano, por uma das piores epidemias de dengue da sua história. O que mais agrava o cenário na capital fluminense, segundo ele, é a entrada da dengue tipo 4 no País. "Esse não é um tipo mais grave, não faz com que a pessoa tenha risco maior de morrer, mas, como pouquíssimas pessoas no Brasil já pegaram esse tipo de vírus, um número maior de pessoas está suscetível", explicou, o ministro em entrevista à EBC Serviços. Segundo Padilha, O Rio de Janeiro já registrou, nos primeiros meses de 2012, o maior número absoluto de casos de dengue e o maior aumento em relação ao ano passado. "Temos que manter e intensificar as ações. O Rio de Janeiro, eu diria, é a cidade que mais preocupa o Ministério da Saúde", reforçou. Um levantamento feito em agosto do ano passado mostrou que a maioria dos focos do mosquito Aedes aegypti na capital fluminense estava em caixas d'água. Um novo estudo, entretanto, realizado em dezembro de 2011, indica que a maioria dos focos está dentro da casa das pessoas, em pequenos vasilhames. "O ovo do mosquito pode sobreviver até 300 dias em ambiente seco e ficar viável. Se volta a chover, ele eclode, vira larva e pode transmitir a dengue", alertou Padilha. No Rio, em clima de carnaval, agentes de saúde fantasiados promoveram na estação de trem de Engenho de Dentro, a campanha Ação nos Bairros contra a Dengue. Cortes na Saúde Ao comentar os cortes anunciados pelo governo federal no Orçamento Geral da União de 2012, o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, disse que a pasta ainda terá o maior orçamento da história, com aumento de 17% em relação ao do ano passado, e o maior volume de recursos desde 2000. Os ministérios da Saúde, das Cidades e da Defesa foram os mais afetados pelo corte de R$ 55 bilhões no Orçamento Geral da União. Segundo números divulgados na quarta-feira (15), apenas nessas três pastas, o bloqueio de verbas soma R$ 12,114 bilhões. Na Saúde, serão cortados R$ 5,473 bilhões. O volume de recursos foi reduzido de R$ 77,582 bilhões para R$ 72,110 bilhões. "Sabemos que a saúde precisa de mais recursos, mas, no papel de ministro, tenho que fazer mais com o que nós temos", ressaltou, Padilha lembrou ainda que, apesar do corte, o volume de recursos destinados à área de saúde este ano é maior do que o previsto pela Emenda Constitucional 29 como contribuição obrigatória por parte do governo federal. "Vamos trabalhar muito para executar esses recursos. Eu, como ministro da Saúde, não tenho que ficar esperando os recursos virem do céu. Temos que fazer mais com o que nós temos, temos que fazer com que esses recursos sejam mais bem aplicados, combinando [isso] ao combate ao desperdício de recursos na saúde", disse Padilha. De acordo com o ministro, em 2011, a pasta chegou a economizar R$ 1,7 bilhão, por meio de medidas como a centralização da compra de medicamentos e o combate a fraudes. O montante, segundo ele, possibilitou a criação do programa Saúde Não Tem Preço, que distribui remédios gratuitos para combater a hipertensão e o diabetes. Carnaval Uma das principais estratégias de atuação do Ministério da Saúde na campanha de carnaval deste ano será reforçar entre as gerações mais jovens que a aids não tem cura e que a única forma de prevenção é o uso da camisinha. O ministro Alexandre Padilha lembrou que o público-alvo, em 2012, são jovens gays com idade entre 19 e 24 anos. Dados do ministério indicam que houve uma queda de 20% nas novas infecções registradas entre jovens no ano passado. Entretanto, o número de novos casos entre homens que fazem sexo com homens nessa faixa etária subiu 10% em relação a 2010. Outro levantamento da pasta revela que houve redução do uso da camisinha entre jovens - apenas 43% deles declararam fazer uso regular do preservativo. "A avaliação que o ministério faz hoje é que há uma geração nova que não teve a experiência de ver ídolos que lutaram no início da aids e que chegaram a morrer e, por isso, estão menos sensibilizados aos riscos da infecção pelo HIV", explicou Padilha. De acordo com o ministro, além de campanha na TV aberta, serão feitas ações de rua nas principais cidades onde há movimentação por causa do carnaval, como Rio de Janeiro, São Paulo, Salvador e Florianópolis. A pasta fechou parcerias com trios elétricos, camarotes e artistas. Serão montadas ainda tendas para realização de teste rápido para HIV e hepatite. No Recife, será feita uma simulação da atuação da Força Nacional do Sistema Único de Saúde (SUS). Segundo Padilha, a ideia é reforçar as equipes de pronto-atendimento, do Serviço de Atendimento Móvel de Emergência (Samu) e montar uma central de operação para controle do funcionamento dessas ações. "Faremos uma simulação do que pode acontecer durante a Copa das Confederações e a Copa do Mundo nas ruas brasileiras", explicou. fonte- DCI

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

VIRUS 4 DA DENGUE PREDOMINA NO RIO DE JANEIRO

O vírus tipo 4 da dengue já é o predominante no Rio de Janeiro, segundo boletim semanal da dengue divulgado pela Secretaria municipal de Saúde na tarde desta terça-feira. Até o momento, segundo a Secretaria, foram confirmados laboratorialmente 29 casos de dengue tipo 4 na cidade. Nas amostragens coletadas, o tipo 4 já é o predominante entre o total de sorotipos de vírus de dengue isolados, com 61,7%. O vírus 1, que era predominante, agora é responsável por 38,3% dos casos da doença analisados. O primeiro caso de dengue do tipo 4 detectado na cidade foi na Zona Oeste, no final de janeiro. Até a semana passada, o Rio tinha oito casos confirmados do novo vírus. O vírus 1 ainda predominava, com cerca 87% dos casos. O número de casos de dengue, em 2012 é 3.499. Na última semana, foram notificados apenas 45 casos, mas a Secretaria municipal de Saúde informou que esse número poderá muito maior, já que a média de casos por semana tem passado de 600. O município do Rio está entre as dez cidades que tiveram aumento de casos da dengue em 2012. A incidência da doença aumentou para 46,1 casos por 100 mil habitantes, no período entre 1º de janeiro a 11 de fevereiro deste ano, contra 37,5 registro no mesmo período do ano passado. Uma alta de 22,9%. O maior aumento na taxa da doença foi registrado em Palmas, no Tocantis, com uma elevação para 743,7 casos a cada 100 mil habitantes, alta de 349,6%. O segundo município no ranking do Ministério da Saúde é Parauapebas, no Pará, com uma incidência de 430 casos de dengue, alta de 179,5 % em relação ao mesmo período do ano passado, quando foram registrados 153,8 casos por cada 100 mil habitantes. Por outro lado, apesar de estar entre os dez municípios com grande incidência de dengue, a capital do Acre, Rio Branco, teve queda de 92,24% no número de registros em cada grupo de 100 mil habitantes. Em 2012, foram registrados 224,2 casos da doença, contra 2.889,2 no ano passado. No geral, segundo o ministério, o Brasil registrou redução de 62% nos casos de dengue neste ano. Foram notificados 40.486 casos da doença, contra 106.373 no ano passado. Seguindo a mesma tendência, houve diminuição de 86% nos casos graves - que passaram de 1.345 (2011) para 183 (2012), e de 66% nos óbitos, que reduziram de 95 (2011) para 32 (2012).
 

Essa foto mostra bem a capacidade dos ratos em abrir caminho para chegar onde eles querem, ou seja, o abrigo e o alimento. Essa é uma parede maciça de tijolos e foi perfurada como se fosse uma parede de manteiga. Essa e muitas outras aparições são detectadas durante nossos serviços e inspeções. Incrível, vocês não acham?

Lucia Schuller
Bióloga
Mãe de Cristiano Schuller
Posted by Picasa

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

DEIXA O XINGU VIVER

LAMENTAMOS NÓS, POVO CONSCIENTE, DAS DESASTROSAS ATUAÇÕES DE UM PARTIDO EM NOSSO AMBIENTE. HÁ MUITO QUE AS PESSOAS LIGADAS A ESSE PARTIDO RENDERAM-SE AOS APELOS DO DINHEIRO E JUNTARAM-SE AOS GRUPOS MINORITÁRIOS QUE TÊM DINHEIRO SUFICIENTE PARA COMPRAR TUDO E TODOS, MENOS AQUELES QUE AINDA TÊM ORGULHO E NOÇÃO DO RISCO QUE A HUMANIDADE CORRE COM ESSA SANGRIA.A DIGNIDADE DO HOMEM É TUDO NESSA VIDA.VAMOS NOS ENGAJAR NESSA LUTA, BRASILEIROS ACORDEM, LUTEM,BRIGUEM POR ESSA CAUSA, ESSAS LOUCURAS VÃO AFETAR A TODOS. MAIS UMA COISA, DINHEIRO NÃO É TUDO NA VIDA, MAS TAMBÉM NÃO É RUIM, CLARO, PORÉM AMEALHAR EM EXCESSO, SEM PRESERVAR O DIREITO DE TODOS, TRAZ GRAVES CONSEQUENCIAS. E OUTRA, NÓS NÃO IREMOS LEVAR NENHUMA RIQUEZA DAQUI PARA O OUTRO MUNDO QUANDO CHEGAR A NOSSA HORA. DO QUE ADIANTA TANTA GULA? NADA. NO OUTRO MUNDO NÃO HÁ BOUTIQUES NEM RESTAURANTES CAROS PARA GASTAR ESSE DINHEIRO. A MOEDA LÁ É OUTRA, É AQUELA QUE GANHAMOS NA NOSSA VIDA TERRENA EM VALORES E AMOR. LUCIA SCHULLER

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

SHOPPEST cuide você mesmo das pragas de sua casa: COMO MATAR UMA BARATA

SHOPPEST cuide você mesmo das pragas de sua casa: COMO MATAR UMA BARATA: Como matar uma barata. Paece simples, mas nao é. As baratas despertam nas pessoas sensaçoes de repulsa que muitas vezes dificultam a aça...

Qual o melhor GPS? Teste pelo Jornal da Globo e a PRO TESTE

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Diário de Araxá - Saúde - Minas desenvolve teste rápido para diagnóstico da dengue

Diário de Araxá - Saúde - Minas desenvolve teste rápido para diagnóstico da dengue

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

EPIDEMIA DE DENGUE NO RIO

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

SAIBA COMO SE PREVENIR CONTRA O MOSQUITO DA DENGUE

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

BAYER RETIRA ALDICARB (CHUMBINHO) DO MERCADO


Bayer retira aldicarbe do mercado
24 NOVEMBRO 2011     
MPF arquiva inquérito sobre "chumbinho"
Desde 2007, o Olhar Animal promove a campanha "Chumbinho não!", que com o apoio de internautas, de técnicos e de outras ONGs, conseguiu que fosse apresentado ao Congresso Nacional um projeto de lei proibindo a comercialização de produtos que contivessem a substância aldicarbe (ou aldicarb), em especial do agrotóxico Temik, fabricado pela BayerCropScience. No mesmo ano, a ONG protocolou representação no Ministério Público Federal (MPF), em SP, contra a importação e comercialização destes produtos.
O projeto de lei foi vergonhosamente arquivado, em especial pela ação de seu relator, o deputado federal e agropecuarista Dilceu Speráfico (PP/PR), mais sensível aos interesses do agronegócio do que aos efeitos nefastos do produto sobre os animais e a população.

Recentemente, recebemos correspondência do MPF informando o arquivamento do inquérito civil por conta da Bayer ter anunciado o fim da importação e comercialização do produto. O ofício é assinado pela Procuradora da República, dra. Adriana da Silva Fernandes.

Ótima a notícia de que este produto esteja prestes a não ser mais usado, ele que há décadas provoca a morte de animais humanos e não humanos, e a contaminação do meio ambiente, sob os olhares complacentes das autoridades nas áreas de saúde, agricultura e meio ambiente. Porém, lamentamos profundamente que o MPF cesse sua ação sem apurar os fatos e encaminhar processo pelos danos já causados. E também sendo permissivo em relação à continuidade da comercialização do Temik até o "esgotamento do estoque remanescente do produto", o que ocorrerá apenas até junho de 2012, segundo a própria Bayer.

O aldicarbe é a substância mais letal e mais comumente usada na composição do famigerado chumbinho, sendo algumas vezes seu único ingrediente. O chumbinho, por sua vez, é amplamente usado por criminosos para matar animais por envenenamento, fazendo também vítimas humanas, especialmente crianças, que acabam por ter contato com o poderoso veneno. A morte se dá por parada cardio-respiratória, causando grande sofrimento às vítimas. A banalização do uso do chumbinho ocorre por conta da facilidade para ser ilegalmente adquirido (em casas agropecuárias e até camelôs) e por sua alta letalidade.

O fim da comercialização do aldicarbe é um avanço para que animais deixem de ser exterminados com o uso de venenos poderosos, e resultado de pressões para que os agrotóxicos chamados de "sujos" deixem de ser usados no país.

O Olhar Animal deu sua contribuição com a campanha "Chumbinho Não!". Mas não basta, pois produtos já proibidos, como a estricnina, continuam sendo usados nestes crimes hediondos. Falta especialmente a fiscalização dos órgãos governamentais. No caso do chumbinho, órgãos fiscalizadores da área da Saúde alegam dificuldades para encontrar o produto com os criminosos, mesmo diante da evidente facilidade com que qualquer pessoa os adquire, fato registrado inúmeras vezes pela imprensa, o que mostra a falta de vontade política para enfrentar este grave problema.

O aparato público de fiscalização e repressão só funciona mediante a pressão da sociedade. Cabe à ela denunciar e cobrar providências das vigilâncias sanitárias, da polícia, do Ministério Público e de outros órgãos contra a comercialização destes venenos.

terça-feira, 3 de janeiro de 2012

OS INSETOS ESTÃO CHEGANDO - É BOM SE PREPARAR


É ÉPOCA DE SE PREPARAR PARA A INVASÃO DOS INSETOS ALADOS

Todos os anos é a mesma rotina. Apesar do nosso país não estar situado em uma zona temperada, o inverno se faz presente e a ele segue a primavera, talvez sem todas as cores do hemisfério norte, mas com certeza, ela chega para a natureza e para os organismos em geral.
Os insetos organizados em sociedades, tais como as formigas, os cupins as abelhas, as vespas sociais, todas elas se preparam para esse momento importante, que sinaliza reprodução, renovação da criação. Os hormônios estão a mil, as sociedades de insetos aquecem os seus motores para o grande evento que é a saída dos alados reprodutores para dar inicio a novas colônias a serem espalhadas pelo bioma.
Esse é um momento em que acende a luz vermelha para as fábricas, por que a luz amarela acendeu no inverno. Quem não se preparou para a primavera/verão vai enfrentar dificuldades e grandes problemas agora.
As revoadas não têm hora nem dia para acontecer. Os sintomas são tardes mornas e úmidas, que favorecem as revoadas de cupins, os chamados aleluias, e as formigas saúvas.
O trabalho preventivo para enfrentar essa estação é uma revisão de todas as armadilhas luminosas instaladas, bem como de uma verificação geral de aberturas existentes que possam facilitar a entrada dos insetos alados.
É interessante até fazer um check list dessas tarefas em ordem para não se perder.
1 – verificar o estado das telas das janelas, se estão rasgadas, se precisam ser lavadas ou trocadas.
2 – Verificar se as telas estão bem fixadas, se a moldura está em bom estado ou se necessita de manutenção.
3 – verificar se existem outras frestas na estrutura decorrentes de pequenos reparos, obras, instalação de equipamentos e fechá-las.
4 – com relação às armadilhas luminosas fazer a troca das lâmpadas e aproveitar para uma limpeza geral.
5 – esse é um bom momento para comprar novas armadilhas caso alguma modificação no lay out e estrutura da fábrica tenha sido feita.
6 – Verificar telhados e forros com relação a possíveis aberturas, falhas e necessidade de manutenção.
7 – Verificar molas das portas de acesso às áreas produtivas. Se as molas não funcionam bem as portas não fecham e os insetos tem acesso facilmente às áreas internas,
8 – Verificar os ralos das áreas produtivas e áreas vizinhas. Muitos insetos alados se desenvolvem na matéria orgânica acumulada nos ralos, que devem permanecer bem fechados e higienizados com frequência.
9 – Verificar as portas de acesso às áreas produtivas, se há um espaço maior do que 5 milimetros e vedar.
10 – Reavaliar o programa de controle de pragas com o fornecedor, revisar os procedimentos, calendário de atendimento e rotinas para o período de maior concentração de insetos.

Se essas 10 orientações forem seguidas, será uma garantia de um verão muito mais tranquilo e produtivo.

Lucia Schuller
Bióloga